• MERCADO
    por Cristiane Collich Sampaio

 

 

Expansão aponta para o Centro-Sul

Com a criação, em setembro, de diretoria regional, a distribuidora investe na região e já inaugura o primeiro posto com sua bandeira em São Paulo.

 

A diretoria regional da Terrana Combustíveis nasce com metas ambiciosas.


Responsável pela expansão da atuação da distribuidora no Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais e São Paulo, destina-se à promover o crescimento das vendas no mercado spot, para postos independentes, e, por meio destes, criar rede da bandeira na região.


O primeiro estabelecimento a ostentar a logomarca da distribuidora no estado de São Paulo foi inaugurado no dia 10 de novembro, em Lorena, no Vale do Paraíba (veja mais nesta seção). Ainda para 2017, está previsto o bandeiramento de outros nove postos de bandeira branca, que já são abastecidos pela Terrana, e mais 50 – quatro por mês – para 2018.


Formalizada em setembro e comandada pelo experiente Luiz Biazolli, que anteriormente atuou na Shell e na ALE Combustíveis, a regional também está empenhada em melhorar e ampliar sua estrutura logística.


“Para São Paulo, o projeto contempla o redimensionamento das parcerias de transporte e a inauguração de duas bases primárias próprias”, revela.


Em paralelo, haverá ênfase no programa de qualidade dirigido aos postos.

 

NÚMEROS E PERSPECTIVAS NACIONAIS

Biazolli também adianta que, em breve, deverá chegar ao estado a linha de lubrificantes Terrana.


Lançada há menos de dois meses no Rio de Janeiro, é composta por produtos de base mineral, sintética e semissintética, direcionados a veículos leves e pesados e para uso hidráulico.


“As vendas da nova linha atingiram 10 mil litros por mês, a partir do lançamento”, comemora Cyro Rejani, diretor nacional da área comercial da Terrana, comentando que, com a participação do estado de São Paulo, a expectativa é que as vendas atinjam 30 mil litros por mês no final de 2018.


Atualmente, o volume mensal de combustíveis comercializados em todo o país pela Terrana, incluindo diesel marítimo, é de 90 milhões de litros. “Para o ano que vem, a perspectiva é de crescimento de 10% nesse volume, também por causa do investimento no mercado paulista”, declara Rejani. A expansão da rede deve, no final do próximo ano, atingir a marca de 100 postos da bandeira no país, incluindo o flutuante que em breve deverá ser inaugurado na Baia da Guanabara, no Rio. Mas a estratégia não prevê nem a construção de postos próprios, nem sua administração: “Queremos que nossos atuais clientes de bandeira branca passem a ostentar a bandeira Terrana, por oferecermos produtos de qualidade, uma marca de credibilidade, atendimento personalizado e flexível e estarmos dispostos a negociar melhorias para o estabelecimento.”

 


Leia Mais

Cooperação é essencial na luta contra a sonegação

O desfecho da Operação Rosa dos Ventos e a importância do trabalho conjunto de órgãos de fiscalização e sociedade civil foram a tônica de seminário realizado em Campinas.

Mais...


Posto São Bento tem, agora, bandeira Terrana

“Vendemos 12 mil litros no dia da reinauguração e, com o uso da marca, notamos que as vendas estão aumentando.”

Mais...


XPert consolida sua atuação no setor

Empresa se destaca pela oferta de solução completa e integrada para a gestão e automação de postos.

Mais...


Cesário Cecchi e Dirceu Amorelli no colegiado da ANP

Nos dias 19 de outubro e 24 de novembro, em cerimônias realizadas no Palácio Itamaraty, no centro do Rio de Janeiro (RJ), o economista e engenheiro José Cesário Cecchi e o engenheiro, mestre em Ciências Econômicas e doutor em Planejamento Energético Dirceu Amorelli

Mais...


Alfa Seguradora apresenta sua linha produtos para postos de combustíveis

Empresa dispõe de seguros que protegem tanto o estabelecimento como a vida dos empregados.

Mais...